Saltar para o conteúdo principal

Município comemora Dia Internacional das Cidades Educadoras

Dia 30 de novembro de 2023.

A 30 de novembro assinala-se o Dia Internacional das Cidades Educadoras e o Município de Azambuja, membro da Associação Internacional das Cidades Educadoras, associou-se uma vez mais às comemorações desta efeméride. A edição 2023 tem como tema “A cultura, fonte de criação e aprendizagem na Cidade Educadora”.

A primeira atividade terá lugar no período da manhã, no Agrupamento de Escolas Vale Aveiras, com um conjunto de apresentações dos projetos desenvolvidos pelos alunos, nomeadamente das propostas dos alunos do 9.º ano, sob o tema “Aveiras, Vila Sustentável”, bem como a apresentação da semana “AEVA – FAZ 2023” e a apresentação do programa da semana cultural “AEVA – FAZ 2024”. Este ciclo de apresentações será iniciado com a declaração do Dia Internacional da Cidade Educadora, pela voz do Presidente da Câmara Municipal de Azambuja – Silvino Lúcio, seguindo-se a intervenção da Diretora do Agrupamento de Escolas de Vale Aveiras – Lourença Simões. A sessão terminará com um tempo de debate e esclarecimento de dúvidas.

> Vídeo de apresentação das atividades desenvolvidas no Agrupamento de Escolas Vale Aveiras

Para o final da tarde, no Agrupamento de Escolas do Alto de Azambuja, está programado um seminário sobre o tema “Da ansiedade… à tranquilidade – estratégias para pais e educadores”. O evento inicia-se às 18h00, no auditório da Escola Básica de Manique do Intendente.

Esta iniciativa convida a comunidade educativa do concelho a refletir nalgumas questões que influenciam a fase da adolescência, com a participação de três técnicos especialistas nesta área. O painel, moderado por Pedro Reis – psicólogo e técnico municipal, será composto pela psicóloga clínica e arte-psicoterapeuta Marta Tagarro, que irá apresentar o tema “Adolescer e florescer: crescer com criatividade na escola, na família, na vida”, e também pela psicóloga e formadora Sara Portela que abordará a “Ansiedade na adolescência: desafio para pais e educadores”.

Ainda  enquadrado nas comemorações desta efeméride, os alunos do Curso de Artes Visuais da Escola Secundária de Azambuja participaram, ao longo das últimas semanas, num workshop de Arte Urbana. Foi um projeto desenvolvido pelo Município com as referidas turmas e orientado pelo artista Tiago Hacke e consistiu na pintura de um mural, sob o tema “O Tejo como Oportunidade”, num posto de energia da E-Redes. Refira-se que este projeto foi financiado pela medida da E-Redes – Dar Energia à Cultura. Foi uma aposta na requalificação do  nosso património edificado, potenciando as espécies e o património natural do Rio Tejo e da Vala de Azambuja e evidenciando toda a área envolvente como zona de lazer promotora de saúde e bem-estar. Foi também enaltecida pelos alunos a beleza das casas em palafita da nossa aldeia "avieira" do Porto da Palha.

> Vídeo do workshop de Arte Urbana

O Centro Social e Paroquial de Azambuja associou-se, igualmente, às comemorações desta efeméride, através da realização de um vídeo com atividades que tem desenvolvido com os seus utentes:

> Vídeo do Centro Social e Paroquial de Azambuja

É de referir que, desde 2008 que o Município de Azambuja integra a Associação Internacional das Cidades Educadoras, com 480 cidades associadas em todo o mundo, espalhadas por 35 países de 4 continentes, sempre com o objetivo de estreitar relações entre os governos locais para a promoção do valor educativo no espaço urbano, fomentando políticas e intervenções públicas transformadoras das cidades em espaços propícios para o desenvolvimento humano.

A adesão a este organismo tem enquadramento no facto desta autarquia assumir os princípios da "Carta das Cidades Educadoras" como orientadores da ação municipal neste setor estruturante e fundamental para a vida de todo o Concelho de Azambuja enquanto comunidade.

O gabinete Azambuja Cidade Educadora, assegurado pelo serviço de Educação da Câmara Municipal de Azambuja, pretende estreitar sinergias e projetos que promovam o acesso de toda a população às oportunidades educativas, de formação e de emprego. É, igualmente, objetivo, fomentar a criação de programas de aprendizagem ao longo da vida, adaptados às diferentes gerações, com especial ênfase nos grupos em situação de vulnerabilidade e reconhecendo todos os jovens como cidadãos do presente, facilitando espaços de encontro, escuta e construção num concelho mais atrativo e inovador.

voltar ao topo
Deny from all